quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Aprendendo a Viver

Olá, pessoal.

A nossa blogueira Marcela está sem tempo para postar, mas ela nos deu uma dica de leitura muito legal. Para quem gosta de textos de reflexão, os escritos abaixo são ótimos para entendermos melhor algumas questões da vida.
Boa leitura.

“Sempre desprezei as coisas mornas, as coisas que não provocam ódio nem paixão, as coisas definidas como mais ou menos, um filme mais ou menos, um livro mais ou menos. Tudo perda de tempo. Viver tem que ser perturbador,
é preciso que nossos anjos e demônios sejam despertados, e com eles sua raiva, seu orgulho, seu asco, sua adoração ou seu desprezo. O que não faz você mover um músculo, o que não faz você estremecer, suar, desatinar, não merece fazer parte da sua biografia.” (trecho de O Divã)
Martha Medeiros

“Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico mudoquando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro quandomelhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofroantes, durante e depois de te encontrar. Sumi porque não há futuro e isso não é o mais difícil delidar, pior é não ter presente e o passado ser mais fluido que o ar. Sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço écovarde mas atento, meio fajuto meio autêntico, sumi porquesumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência,pareço desinteressado, mas sumi para estar para sempre do seulado, a saudade fará mais por nós dois que nosso amor e suadesajeitada e irrefletida permanência.”
Martha Medeiros

“O único silêncio que perturba, é aquele que fala. E fala alto. É quando ninguém bate à nossa porta, não há emails na caixa de entrada, não há recados na secretária eletrônica e, mesmo assim, você entende a mensagem.”
Martha Medeiros

Obs: Me identifiquei, de várias maneiras, com todos.
Beijos.
:P

[Foto]

Nenhum comentário:

Postar um comentário